música > letras

A luz que resta
A luz que resta
Neurogamia
Diz-me tu o que vês
Que eu não sei dizer mais nada
Diz-me se sou quem vês
Ou uma imagem deturpada
 
Afinal o que sou eu?
E será que isso interessa?
Sou capaz de ser quem crês
Ou ser só conversa
 
Sou feito de partes soltas
Pedaços inacabados
Fragmentos confundidos
De bocados amassados
 
Sou feito de coisa nenhuma
Retalhado ao acaso
Misturado sem sentido
Sou a soma do que faço
 
Nesta noite louca
Busco a luz que resta
Perdido entre as sombras
Desta estrada incerta
 
Sou pedaços de uma história
Sem enredo nem moral
Confundido na memoria
Caminhando para o final
 
Sou soma de acasos
Loucuras por demais
Matéria feita à toa
E instintos animais
 
Nesta noite louca
Busco a luz que resta
Perdido entre as sombras
Desta estrada incerta