música > letras

Fruto proibido
Fruto proibido
Fruto Proibido

Tudo o que começa tem um fim
Dizem que é a vida, é mesmo assim
Eu sei que perco por tudo querer
Sou um alvo de escárnio, mal dizer
Mas sigo em frente e não fico para ver
Não quero saber
Deito-me na cama que decido
Sou o ultimo a rir
E sou o teu fruto proibido
Tive quem desdenhasse sem comprar
Disseram-me que não estava para amar
Mas conheci a cura sem arder
E água benta tomo a que quiser
Sou um mal que vem por bem sem sabe